Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




MULHER

por Tiago Seixas, em 08.03.17

MULHER

A esse vulto de mulher
que me contempla a cada instante
mais que a vida e a morte
mais que amante
mais que o sangue e a sorte
a ti, te prego o meu culto
somente a ti…mulher

Mulher parideira
Trazes os encargos à cabeceira
Mulher da rua sem eira nem beira
das noites perdidas, da vida dura e crua
Mulher nua

Mulher submissa
despida de vontade
sem direitos e autoridade

Mulher protetora
do embrião em flor
Mulher sofredora
de prantos de dor

Mulher mal amada
da essência violada
Mulher cansada
dos sonhos roubada

Mulher menina
sem fado, nem sina
Menina mulher
da vida madrasta
Mulher caridade
coração de bondade
Mulher casta

Mulher mãe
do peito quente
que sacias a fome
e trazes a vida no ventre

Mulher coragem
é tanta a bagagem
o quanto te admiro
por seres genuinamente mulher

...Do meu livro de poemas "Espólio de Alma", Tiago Seixas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:48




Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D